A Serpente, em cartaz em São Paulo

A SerpenteSob a direção de Ivan Sugahara, o elenco conta com Ângela Câmara, Carolina Ferman, José Karini e Saulo Rodrigues. A cia. Os dezequilibrados apresenta o último texto de Nelson Rodrigues, que conta a história de um triângulo amoroso formado por duas irmãs e o marido de uma delas.

 Dois casais vivem no mesmo apartamento. A peça tem início com a partida violenta de Décio, que nunca conseguira satisfazer sexualmente a mulher, Lígia. A tristeza de Lígia é intensa e ela deseja se matar.  A semente do conflito que move a história começa quando a sua irmã Guida propõe emprestar-lhe o próprio marido, Paulo, por uma noite. Este fato cria o triângulo e inicia a tensão entre as irmãs, que passam a disputar o amor do mesmo homem.

 Em sua pesquisa de linguagem, a cia. Os dezequilibrados vem desenvolvendo um diálogo entre teatro e cinema. A encenação de “A Serpente” dá continuidade a essa investigação cênica, uma vez que a própria estrutura da peça remete à linguagem cinematográfica, sendo construída de forma ágil, com rápidas passagens de cena. A ausência de tramas paralelas faz com que a história ganhe uma velocidade devastadora na vida dos personagens, tragados pelo jogo amoroso. A construção dramatúrgica remete a conceitos desenvolvidos por Serguei Eisenstein (“A montagem de atrações”) e Jean Paul Sartre (“Por um teatro de situações”).

 A peça apresenta uma sequência contínua de fatos determinantes onde só há clímax, em oposição à dramaturgia tradicional, em que uma narrativa linear prepara coerentemente a ocorrência desses momentos. Ao imprimir a velocidade da edição cinematográfica, a montagem da cia. Os dezequilibrados procura ratificar essa sucessão de situações-limites, provocando um efeito imediato no espectador, uma espécie de choque estético promovido através da emoção instantânea, não-premeditada.

 A montagem estreou em 2012 no Rio de Janeiro, cumprindo temporadas em três espaços da cidade: Teatro Nelson Rodrigues, Teatro Gláucio Gill e Teatro Glauce Rocha, além de ter sido apresentada no Teatro Piollin, em João Pessoa (PB). Em 2013 inaugurou a Sede das Cias, na Lapa, no Rio de Janeiro, onde o grupo mantém sua residência.

SERVIÇO

Temporada: de 11 de outubro a 03 de novembro
Local: Espaço CIT-Ecum (Rua da Consolação, 1623 – Consolação)
Informações: (11) 3255-5922 /  bilheteria@citecum.com.br
Horário: sexta e sábado, às 21h, domingo, às 18h

Ingresso: R$40,00

Bilheteria: duas horas antes do espetáculo

Duração: 60 minutos

Capacidade: 134 lugares

Gênero: Drama

Classificação etária: 14 anos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s