À Beira do Abismo me Cresceram Asas

Clarisse Derzié e Maitê Proença em 'A beira do abismo me cresceram asas' Crédito Paula KossatzEstá em cartaz no Teatro do Lebron, o espetáculo “À Beira do Abismo me Cresceram Asas”, com direção de Maitê Proença e Clarice Niskier, com supervisão de Amir Haddad. E como o sucesso está sendo absoluto, o espetáculo estará em cartaz até o dia 12 de maio. O texto tem como ponto de partida histórias reais, colhidas em diferentes asilos do Brasil. A partir daí, criaram-se novas histórias, ideias e conceitos, dando origem às personagens Valdina e Terezinha, interpretadas respectivamente por Clarisse Derzié Luz e a própria Maitê.

Nossas velhas são tão crianças, tão jovens e tão maduras quanto tantas outras sólidas senhoras que vemos pelas ruas. São mulheres tão intrigantes quanto “As Meninas”, que – também pelas mãos de Maitê – deram passagem a elas.

Valdina, de 80 anos, parece levar o dia a dia com otimismo, sem nostalgias, mas carrega um grande segredo. Já Terezinha, de 86 anos, é de temperamento carrancudo, ainda que bem resolvido. Em comum, a praticidade dos que aprenderam a simplificar a vida já que não há tempo para complicá-la. E a grande e indispensável amizade que se desenvolveu pelos anos de convívio.

À beira do abismo me cresceram asas
Teatro do Lebron  –  Sala Fernanda Montenegro
Rua Conde Bernadotte, 26
Telefone (21) 2529 7700
Quinta à sábado, às 21h e domingo, às 20h
Duração:  75 minutos
Ingressos: quinta e sexta – R$60,00, sábado – R$80,00, domingo – R$70,00
Comédia Dramática

Até 12 de maio de 2013

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.